Presente da Aly

Presente da Aly
Lindo! Lindo.

DICAS

Caro leitor ao visitar o blog, seja mais curioso, visite-o com mais curiosidade, nunca leia apenas o texto que encontrar primeiro, muitas vezes logo abaixo você encontrará textos mais interessantes, além disto existem informações sobre o (a) escritor(a) que lhe poderão serem informações valiosas.
Obrigada pela visita e deixe seu comentário.
Volte sempre.
Íris Pereira

Solidão e estilo de vida, exemplo de dignidade.III

Vivendo Como gosto e sendo feliz como pos
Depois da minha viagem de trem, fiquei mais sociável, vim fazendo amizade com um casal da cidade São Tomé das Letras, conversamos bastante, eu mais ouvia, como sempre faço em minhas viagens e em minha cidade. Sou assim mais escuto e por isto mesmo e pelo meu jeito calmo, boa ouvinte e quando falo não entro em detalhes nem pergunto coisas indiscreta, aprendi que ouvir é melhor que falar e se sabe mais quanto se é discreto. Tenho muitas freguesas que vão à minha barraca para falarem de si, mas envergonhadas sempre compram primeiro algo aí desabam a falarem e assim estou eu de repente diante de uma pessoa com um problema que as vezes é só o de desabafar e ser ouvida e isto faço muito bem.
Resolvi fazer uma horta no quintal, já que tenho um jardim maravilhoso. Chamei o senhor Vicente que é o jardineiro mais procurado da cidade, escolhemos o que seria plantado, o formato da parte de alvenaria. Peguei a lista e fui ao local que vendia de tudo para hortas e jardins, na casa nova materiais para construção e comprei tudo que seria usado na parte de alvenaria. Resolvi fazer dos dois lados do quintal deixando uma passagem no meio. Do lado esquerdo plantei legumes, mais adiante perto do pomar plantei mandioca, quiabo e abobrinha, e algumas bananeiras. Do lado direito plantei todo tipo de verduras. Seria uma horta linda e me ocuparia mais ainda, mas eu teria muito prazer em dar de tudo que nascesse de agrado para meus vizinhos, conhecidos e fregueses da barraca. Eu já fazia isto com os mamões, mangas e jabuticabas, ha! Era maravilhoso ver como eles ficavam contentes com minha atenção e cordialidade. Eu sou assim uma pessoa só, que mora sozinha, não fala de sua intimidade, de sua vida, mas que tem amigos e conhecidos que me respeitam e mostram amizade por mim e que já se acostumaram com meu modo de ser, já não provoco tanta curiosidade nem comentários, pelo menos já não os ouço mais nos lugares que frequento, ora pois nem no salão de beleza me fazem perguntas e olhe que frequento lá desde que cheguei aqui e são as mesma profissionais que me atentem desde o inicio: Massagista, manicure, cabeleireira e depiladora, todas me atendem como se eu tivesse nascido e me criado ali junto com elas. Aqui sou uma pessoa sem passado só presente e futuro. Meu passado deixei para traz ao resolver viver um novo estilo de vida e viver na solidão dentro de casa , para não dizer , viver com exclusividade uma liberdade de ir e vir sem ter que pedir, fazer o que escolher sem ser criticada, eu diria ainda mais profundamente viver em paz, sem confusões, sem bla! Bla! Bla!
Não sou anti social, até frequento a igreja aos domingos a noite. Passo a pizaria e pego minha pizza de meu sabor predileto e vou pra minha casa comer enfrente a televisão sem ninguém pra mudar de canal...como é bom assistir o que bem entender, sem ser interrompida, como é bom sentar na minha espreguiçadeira embaixo da árvore flanboyan e ler meu livro tranquilamente. Essa minha vida de solitária é mais para quem pode e quer ser feliz assim.
Íris Pereira

4 comentários:

Iris Pereira disse...

Dedico este texto ao meu amigo Paulo Laurindo. Que vem dando-me a maior força para eu continuar a escrever.
Obrigada amigo mesmo distante você não me deixa sentir solidão.
Iris Pereira

israel batista disse...

é mas me conte o motivo dessa solidão você uma mulher tão comunicativa, separaste do marido? abraços bonito texto

Paulo Laurindo disse...

O melhor remédio para a solidão é encontrar alguém para a gente cuidar e você está cuidado da Iris Horizonte como uma boa mãe, dando-lhe substância, atitude e, sobretudo, recriando uma existência perfeitamente possível. Vamos ver que tipos de personagens entram na vida dessa mulher e como ela se reagirá diante de alguma intimidade.

Arcoiris No Horizonte disse...

Vamos lá:
Israel, meu querida é um personagem Íris Horizonte. Na verdade vai ser um conto, você tem que ler o começo: Solidão e estilo de vida. Tem até um que dediquei a você.
Obrigada meus queridos amigos por serem tão solidários.
Paulo verás e ficarás surpreso...
Iris Pereira

Sobre a Autora

Minha foto
Ribeirão Preto, SP, Brazil
3 partes de uma mulher: Maria da qual escrevo seu passado, seus sentimentos e suas verdades. Irismar já sem a Maria, companheira, amante, irmã, mãe, avó, sogra e amiga. Finalmente Iris a parte que reflete sobre as duas e tenta escrever o que descobre entender destas duas mulheres que são tão diferentes.

Seguidores