Presente da Aly

Presente da Aly
Lindo! Lindo.

DICAS

Caro leitor ao visitar o blog, seja mais curioso, visite-o com mais curiosidade, nunca leia apenas o texto que encontrar primeiro, muitas vezes logo abaixo você encontrará textos mais interessantes, além disto existem informações sobre o (a) escritor(a) que lhe poderão serem informações valiosas.
Obrigada pela visita e deixe seu comentário.
Volte sempre.
Íris Pereira

Brasil, 02 de Maio de 2010.

                         Quero que você aprenda com todos as coisas que você já passou em sua vida. E principalmente, as deixe no passado.Tudo que é seu sofrimento ou alegrias, são só seus, de mais ninguém. Hoje você  está com medo. Muito sozinha e se sentindo extremamente fracassada.
                          Eu sou você, sou quem te escreve.
                           Me sinto triste;Consciente de que tendo motivo medíocre para estar assim, mas não deveria. Mas a minha dor é meu fracasso. Não venci, em nada, mesmo porque não lutei por nada, nem quis nada pra não lutar. As vezes me acho muito forte, tentando me convencer; Mas claro que não sou.
                            Sou uma péssima administradora, minha vida financeira está uma merda. Minha filha linda, sabe quem eu sou. Isso dói demais, porque sei que ela sabe que não consegui ser boa em quase nada. Meu trabalho é uma piada. Nem sei como alguém permite aquilo.
                              Não tenho nada para deixar para alguém. Minha mãe me ajuda até hoje, sem ela eu nem sei o que eu seria, nem onde estaria.
                               Meu ex marido, meu Deus, nem sei como ele um dia pode querer estar comigo. Meu pai, eu o deixei me abandonar.
                                Tenho amigos maravilhosos, e por algum motivo gostam de mim. Não vou negar que eu seja divertida e generosa. Mas quando tenho que ajudar realmente , nem tenho como.
                                 Me sinto péssima de estar reclamando da vida. Deus estar sempre comigo. Mas preciso me ver melhor. Preciso crescer.
                                  Quando disse pra uma pessoa virar homem, deveria ter falado pra mim também, virar uma mulher.
                                   Tenho tudo que preciso pra me erguer e tentar ser feliz. Consertar, modificar, melhorar tudo. Daqui pra frente. Mas não acredito mais em mim. Eu sei que vou fazer tudo errado de novo; e nem sei explicar porque. As coisas vão acontecendo, e eu não controlo.
                                     Agradeço a Deus por minha filha ter um pai maravilhoso e uma família, dos dois lados , que a ama muito. Nunca, não é isso , quero dizer que, não desejo jamais ver um sentimento desse, que sinto agora, com a minha filha. Eu arrancaria dela se pudesse.
                                      Enfim, estou cansada.
                                       Autora anônima
 Esta carta me foi entregue pra que eu postasse em meu blog para que meus amigos façam seus comentários. Isto pareceu-me de grande valor para esta pessoa, ela considera de muita importância tudo que lhe falarem.

6 comentários:

Antonio disse...

Irismar, li o texto duas vezes, mas não cheguei a outra conclusão, a não ser de uma mãe que se acha diminuida diante de sua filha, de seus amigos.

tatiana disse...

É necessario saber que a gente constroem a nossa vida. Saber viver é uma questao de opção. Tudo passa. Plante o bem e receberá o bem.
È preciso saber viver......

rosanakelli disse...

Pensar na situação de forma acabada e definida é no mínimo utopia ou fantasia consciente. O indacabado é a palavra da vida, enquanto ela se mantém. Então, se ainda há vida (e sei que há) recomeçe, continue e VIVA.
Como disse Chico Xavier:
"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."
A história não acabou... então, lute...

VALDIR disse...

Eu não te acho uma perdedora, aliás sempre te achei muito forte e as vezes ate atrevida e corajosa. Você tem muito que deixar pra muita gente,
sua filha por exemplo está aqui na terra porque você lhe deu a luz...Vida e vai orientá-la sempre e lhe dará o colo que ninguem substitui que o de mãe. Você é importante para nós, muitas vezes brigamos mas para acertar as coisas que acabam tudo dando certo.
Você é a filha que eu assumi e quero contar sempre com você.
Seu pai negro Miranda

Anônimo disse...

A vida é feita de escolhas e sua vida é do jeito que voce quer que ela seja, temos caminhos a seguir mas pelo que li no texto vc sempre vai pelo da dor, nao adianta chorar o leite derramado, pare pense e comesse comece a ver o que vc tem de bom, pare de magoar os que realmente se importam com vc, o que passou ja é passado não volta mais, aprenda a ser grata, olha tudo que deus te deu vc esta viva e enquanto vc estiver viva haverá esperança e vc escolhe seu destino sua vida vai ser boa se vc desejar e seus amigos tem que gostar de vc pelo que vc é e não pelo que tem. e a unica coisa que ninguém nunca vai tirar de vc é o amor da tua filha,vc pode morar numa tapera e ela sempre amara vc.

Anônimo disse...

Passamos por momentos de aflição quando temos dúvida sobre algo, podendo durar frações de segundos ou até mesmo longos períodos torturantes; a dúvida nos faz sentir certa impotência, revelando por ela as nossas carências; já tivemos sonos perdidos e erros cometidos, desgaste mental e escolhas que nos fizeram mal. A verdade é que não somos capazes de prever tudo, temos as nossas limitações e erramos em muitas decisões; será, primeiramente, reconhecendo tais limitações que poderemos criar as condições necessárias para que no momento da dúvida optemos por escolhas mais felizes. A dúvida faz parte do processo evolutivo e é muito melhor falhar involuntariamente na tentativa de acertar, do que se “congelar” pelo medo de errar.

Sobre a Autora

Minha foto
Ribeirão Preto, SP, Brazil
3 partes de uma mulher: Maria da qual escrevo seu passado, seus sentimentos e suas verdades. Irismar já sem a Maria, companheira, amante, irmã, mãe, avó, sogra e amiga. Finalmente Iris a parte que reflete sobre as duas e tenta escrever o que descobre entender destas duas mulheres que são tão diferentes.

Seguidores