Presente da Aly

Presente da Aly
Lindo! Lindo.

DICAS

Caro leitor ao visitar o blog, seja mais curioso, visite-o com mais curiosidade, nunca leia apenas o texto que encontrar primeiro, muitas vezes logo abaixo você encontrará textos mais interessantes, além disto existem informações sobre o (a) escritor(a) que lhe poderão serem informações valiosas.
Obrigada pela visita e deixe seu comentário.
Volte sempre.
Íris Pereira

Antonio Correia Lima: Igual ao Ipê.

Foto do SAMUK
Dizem que pessoas especiais não completam anos, fazem a felicidades das pessoas já há tantos anos, este meu amigo por exemplo está fazendo a felicidades de algumas pessoas desde 1951, façam as contas, porque pra mim ele nasceu somente há dois anos e por mais que eu queira implicar com ele, não adianta negar que nestes dois anos ele só me fez feliz, bem também não é tão perfeito assim não, temos tido nossas desavenças, imaginem virtualmente e ainda assim nos desentendemos algumas vezes, mas a culpa é minha, sempre minha. É que ele é nordestino, cearense, daqueles assim que se você não tem vontade de morrer, pede pra ele ir buscar a morte...Ele é tão calmo que me irrita, acreditem, eu teclo um recado enorme e importante pra ele,vou correndo abrir o pc pra ver a resposta, aí está lá "ok" Juro! Ele faz isto. E no bate papo do orkut, é uma comédia, eu pergunto algo pra ele, puxando papo, aí ele responde "sim" ou "não" ai
eu quero é matar um homem desse, e eu detesto que me respondam com monossílabos, vixe! Eu viro o bicho, mas não adianta, eu provoco, brigo, fico intrigada dele uns dias, mas eu não posso ficar muito tempo longe dele, principalmente agora que só me resta ele pra fazer a ponte entre eu e Ponta da Serra meu lugar amado. É ele que me mantém informada,
que faz lembrar minha infância e juventude vividas pelas bandas de lá. Mesmo com toda esta calma dele, tem dias que parece que tomou energético e saí por lá fotografando tudo que possa fazer nossa história. Eu não sei como ele descobre os antepassados das pessoas, pois não fala, a não ser que ele seja assim calado só comigo.É até por telefone ele só ri, não me dar uma notícia inteira, mas pensando bem! Será que é ele pouco falador ou eu que falo demais?
Só sei que foi no dia 06/11/1951 que a mãe dele botou ele neste mundo, mundo grande, mas que não o assustou não, enfrentou tantas coisas nesta vida, trabalhou de tantas coisas, já fez até igual a tantos nordestino: Pegou sua família e veio tentar a sorte aqui nessa terra de concreto, o tal de São Paulo, mas graças a Deus, ele criou juízo e voltar para o Ceará e começa tudo outra vez, tentou de tudo, teve mudanças em sua vida, brigou com a sorte e disse : Olhe aqui eu sou é cabra macho, me chamo Antonio e vou vencer nesta vida nem que seja a força. E lutou, estudou, e chegou a faculdade e mesmo sendo um dos mais velhos dos alunos, foi um exemplo de perceverança, conseguiu se formar! Orgulho para toda família e amigos. Mas continuou sendo simplesmente o Tonho, o Toinho, cresceu e amadureceu intelectualmente, mas continuou com sua humildade. Tem projetos maravilhosos para a PS, trabalha para a comunidade como se fosse para sua familia. Chega vou deixar de falar tanto que ele pode até achar ruim e hoje eu não quero desagradá-lo, muito pelo contrario, quero que ele esteja feliz e continue sendo este meu amigo maravilhoso que é.
Não sei se lhe deixo um abraço apertado, ou um beijo, na dúvida vou deixar os dois.
Felicidades meu querido Antonio.
Sua amiga impingenta e briguenta que te adora.
Maria Írismar Pereira de Souza

11 comentários:

Doce Melodia disse...

Que lindo comparar alguém com um ipê!
Adoro ipês!

Bjos!

;*

Antonio Correia Lima disse...

Amiga Irismar, acredito que você me descreveu muito bem neste texto. Irei postá-lo no nosso blog.
O texto da sua mãe trei que ver direito, pois, você fala de dois textos e eu só vejo um.
Abraços

Antonio Correia Lima disse...

Postarei também o texto sobre Dalcir

israel batista disse...

muito bom texto esse é o Antonio Correia abraços

Paulo Laurindo disse...

Mais uma eloquente narrativa, Iris. Este seo Antonio, que faz questão de se mostrar riacho, está mais para oceano.

samuk disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
samuk disse...

Lindo texto e belo Ipê Íris.Essa foto é do SAMUK.Um beijo....

Iris Pereira disse...

Doce Melodia, eu que tenho sorte demais e só arranjo amigos especiais,
é anjo chamado doce melodia, é Israel o poeta, é Paulo Laurindo meu rei, esse eu faria uma corôa de flores todos os dias para corôa-lo...Sou uma pessoa abençoada e amada. Sou tão pequena entre vocês e não sei nem o que dizer pra cada um. Eu os amo, tá certo?
Beijos
Iris

Iris Pereira disse...

Samuk.
Seja bem vindo ao meu até então humilde blog, que de agora em diante torna-se mais rico, sua presença me orgulha e me deixa feliz. Desculpe não ter colocado a fonte na fonte. Eu até tentei, mas nesta foto você não colocou seu nome, mas já fiz a correção. Perdão pela falta.
Um abraço gracioso.
Íris Reflete

Magnólia Fiúza Menezes disse...

Parabéns querida pelo seu belo texto

Beijos

Antonio Correia Lima disse...

Agradeço à Irismar pela homenagem, como também aos amigos que fizeram comentários, em especial, ao Paulo Laurindo, que foi muito gentil

Sobre a Autora

Minha foto
Ribeirão Preto, SP, Brazil
3 partes de uma mulher: Maria da qual escrevo seu passado, seus sentimentos e suas verdades. Irismar já sem a Maria, companheira, amante, irmã, mãe, avó, sogra e amiga. Finalmente Iris a parte que reflete sobre as duas e tenta escrever o que descobre entender destas duas mulheres que são tão diferentes.

Seguidores