Presente da Aly

Presente da Aly
Lindo! Lindo.

DICAS

Caro leitor ao visitar o blog, seja mais curioso, visite-o com mais curiosidade, nunca leia apenas o texto que encontrar primeiro, muitas vezes logo abaixo você encontrará textos mais interessantes, além disto existem informações sobre o (a) escritor(a) que lhe poderão serem informações valiosas.
Obrigada pela visita e deixe seu comentário.
Volte sempre.
Íris Pereira

Pensamentos maduros

Maio-26-2010

Somente um texto ou seria um trecho?

Correr os olhos sobre as montanhas azuis, abraçar o sol numa manhã onde tudo é quase

perfeito, ouvir os pássaros assobiando o meu pranto que colheram durante a noite, será que

ainda encontraria alguma flor perfumando este ar sombrio de dor?
Perder a pressa de ter um momento de tua solitude.
Ah! a juventude que nada juntou, e jurou que um dia ia ver teus olhos derramarem a última

lágrima para curar todas as nossas feridas, sorrindo deixei cair meu pranto que hoje não

vejo mais como espanto ou seria um espantalho, bobo espantado de braços esticados, tentando

espantar as criaturas nefastas que de longe vem passar como quem quer colher algum fruto

maduro do pomar, mas tão logo verei o mar, e lá seguramente descanso meu pranto que busco a

cada momento um lamento de que venha sem tormento, quando descasco meu sentimento dentro de

uma tempestade, sei, ela vai para uma terra distante, e ficarei a perguntar para que não me

levas dona dos ventos? Este é teu tão ágil e sábio, certamente saberia colocar-me naquele

raio de sol que o arco iris formou, e coloriu todas as flores, mas afastou-me de ti, então

vejo que agora já está na hora de sair por ai sem pressa, nem rumo, sem perder um só

instante do meu pensamento que ainda se encontra em tormento...
Rosemary Borges Xavier

Dedico este a minha amiga Iris

Um comentário:

iris além do horizonte disse...

Quanta segurança sente neste texto, poucos entenderam, mas é isto é compreendido, nem todos lêem com os olhos da alma

Sobre a Autora

Minha foto
Ribeirão Preto, SP, Brazil
3 partes de uma mulher: Maria da qual escrevo seu passado, seus sentimentos e suas verdades. Irismar já sem a Maria, companheira, amante, irmã, mãe, avó, sogra e amiga. Finalmente Iris a parte que reflete sobre as duas e tenta escrever o que descobre entender destas duas mulheres que são tão diferentes.

Seguidores